Assine por e-mail

Receba os artigos do VVI por e-mail

Arquivo: Mundial de Clubes

3 fev/16

D’Alessandro: A partida do capitão…

D'Alessandro desenha o escudo do Inter na cabeça
Foto: Diego Vara

Hoje o dia foi intenso, tanto para a imprensa gaúcha e quanto para a torcida colorada. Como em anos passados, notícias da saída de D’Alessandro do Inter pipocaram na internet, rádio e tv. Seria mais um boato? Não, não era. Às 14 horas da tarde estava confirmado, D’Alessandro é cedido por empréstimo ao River Plate.

O incontestável capitão, chegou no Beira-Rio há 8 anos e rapidamente se identificou com o clube. Durante estes longos anos, D’Ale nos deu muitas alegrias, jogou com raça, deu o sangue, levantou taças, teve recaídas, seu futebol e sua paixão pelo Inter foram contestados diversas vezes. El Cabezon também teve seus momentos infelizes, brigas em campo, desentendimentos e muitas polêmicas, fatos pequenos que nunca mancharam a imagem do nosso capitão perante a nossa torcida.

Desde Fernandão, nunca um jogador se identificou tanto com o Inter e com a cidade de Porto Alegre como ele. Foi autor de diversas campanhas sociais, recebeu o título de Cidadão de Porto Alegre em setembro de 2015 e sobretudo era respeitado pelas duas torcidas de Porto Alegre (pelo menos por boa parte da torcida rival).

D’Alessandro deixa o Inter e Porto Alegre temporariamente (pelo menos é o que esperamos), pois vai como empréstimo e tem contrato até 2017, podendo retornar no ano que vem para, quem sabe, uma despedida digna.

Nós do Blog VVI deixamos um recado para D’Alessandro: “Vá capitão, ajude o River a obter títulos neste ano, mas volte… Estaremos de braços abertos para recebê-lo.”

A trajetória de sucesso e alguns dos momentos marcantes

 

Reuni alguns dos momentos que considero mais importantes nessa passagem do D’Ale por aqui.

Julho de 2008 – D’Alessandro desembarca em Porto Alegre e é recebido pela massa colorada no aeroporto Salgado Filho. Leia mais…

Agosto de 2008 – estreia como jogador do Inter. Como não poderia ser diferente, D’Ale fez sua estreia contra o rival, um GreNal válido pela Sulamericana 2008, o jogo terminou empatado em 1 x 1 o que acabou eliminando o Grêmio da competição, que mais tarde seríamos campeões.

Setembro de 2008 – primeiro gol de D’Alessandro com a camisa do Inter. Na ocasião o colorado venceu o Botafogo por 2 x 1 em partida válida pela 25ª rodada do Brasileirão daquele ano. Um golaço. Assista aqui…

Setembro de 2008 – neste mesmo mês, El Cabezon marca seu primeiro gol em grenais, na goleada imposta pelo Inter. A partida válida pela 27ª rodada do Brasileirão 2008 terminou com o placar de 4 x 1 para o Inter. Relembre os gols…

Dezembro de 2008 – destaque na final da Copa Sulamericana contra o Estudiantes em 2008. D’Alessandro foi um dos protagonistas daquele time que foi o primeiro brasileiro a conquistar esta competição. Na ocasião, D’Alessandro ainda não era o capitão do time, mas já agia como se fosse. O jogador ganha a primeira taça pelo Clube em menos de 6 meses com a camisa do clube. Predestinado? Melhores momentos da partida…

Janeiro de 2009 – D’Alessandro surge, na estreia do Gauchão 2009, com novo corte de cabelo. O jogador prova sua identificação com o clube desenhando o escudo do Inter em seu cabelo (foto do post), nenhum jogador tinha feito algo parecido até então.

Abril de 2009 – o Inter goleia o Caxias por 8 x 1 e é campeão invicto do Gauchão daquele ano. D’Ale ainda não havia conquistado a braçadeira de capitão, mas já vestia a camisa 10 e obtinha a sua segunda taça. Veja o massacre nesse vídeo…

Agosto de 2009 – D’Ale participa da conquista da Copa Suruga realizada no Japão.

Agosto de 2010 – o Inter é bicampeão da América e um dos protagonistas dessa conquista é Andrés D’Alessandro. Esta é a quarta taça do gringo. Final tensa e inesquecível…

Maio de 2011 – mais uma vez o Inter é campeão Gaúcho, dessa vez com um gostinho especial. Fomos campeões vencendo um GreNal dentro do Olímpico pelo placar de 3 x 2, levando a partida para os pênaltis, pois havíamos perdido em casa. O momento foi marcante, pois foi a última taça levantada no estádio Olímpico e não foi pelo Grêmio, foi pelo Inter. Gols da final marcante…

Agosto de 2011 – o Inter vence a Recopa Sulamericana pela segunda vez. Nessas alturas, D’Alessandro é conhecido como maestro colorado, devido às suas assistências irretocáveis. A final foi contra o Idenpendiente, e vencemos por 3 x 1. Estão contando? Esta é a sexta taça em menos de 3 anos jogando pelo Inter. Aqui, os gols…

Maio de 2012 – o argentino conquista o seu primeiro título com a braçadeira de capitão. Na ocasião, o Inter foi campeão Gaúcho vencendo o Caxias por 2 x 1 na final. Essa partida foi marcada por um pênalti desperdiçado por Nei e a entrada de D’Alessandro no intervalo o que culminou em uma virada do Inter sobre o time da serra. Confere aqui…

Março de 2013 – contra o Canoas pelo Gauchão, D’Alessandro faz o jogo de número 200 pelo Inter.

Maio de 2013 – mais uma vez, Inter é campeão do Gauchão. Nesta edição D’Ale sobrou nas assistências. Esta foi a oitava taça do jogador enquanto jogador do Inter. A final foi contra o Juventude e acabou empatada, o título veio nos pênaltis. Aqui…

Agosto de 2013 – D’Alessandro marca seu 50º gol vestindo a camisa do Inter. A partida foi contra o Salgueiro pela Copa do Brasil.

Setembro de 2013 – em partida contra a Ponte Preta, válida pelo Brasileirão, D’Ale marca o 100º gol da sua carreira. Mais da metade dos gols marcados pelo jogador foram com a camisa do nosso time.

Março de 2014 – o jogador recebe o Prêmio EFE Brasil de melhor jogador estrangeiro do Brasileirão 2013. Leia mais…

Abril de 2014 – D’Alessandro entrou para a história ao marcar o primeiro gol da reinauguração do Estádio Beira-Rio, numa partida amistosa contra o Peñarol, do Uruguai.

Abril de 2014 – novamente o Inter é campeão e dessa vez massacra o Grêmio na final, venceu tanto a partida de ida como a da volta, sendo que nesta última goleamos por 4 x 1. Confere o chocolate…

Abril de 2015 – o Inter é Penta campeão Gaúcho. O inter vence o GreNal da final por 2 x 1. Esta final fica marcada com D’Alessandro tocando o bumbo da Guarda Popular. Os gols…

Setembro de 2015D’Alessandro recebe o título de Cidadão de Porto Alegre.

Fevereiro de 2016 – Em sua despedida, D’Alessandro é escolhido o melhor em campo na partida válida pela segunda rodada do Gauchão 2016. O jogo também valia a taça da Recopa Gaúcha. A decisão foi para os pênaltis, pois o jogo contra o São José – POA terminou em 0 x 0 no tempo normal, o Inter é campeão da Recopa. O capitão colorado quase se despediu do Inter com um golaço, para sua infelicidade a bola esbarrou no travessão. D’Ale vai embora com mais uma taça no currículo.

7 jun/14

Luto Absoluto! Fernandão Eterno Capitão!

Entrevista com o Fernandão em 2006Foto: Gonçalves Barun (2006)

Acordo às 06:30 da manhã para levar meu filho a escola, ligo a tv e coloco no SporTV e ouço que Fernando Lúcio da Costa. Pensei, não pode ser, mas era… Meu DEUS!!! Morreu o Fernandão Luciana!! Gritei para minha esposa. Morreu em um absurdo acidente de helicóptero.

Um dos sábados mais tristes da minha vida e com certeza da grande massa Colorada. O fim do ciclo de vida do jogador mais importante da história do clube, sim o mais importante sim. Nenhum outro atleta fez o que ele fez para o Inter até hoje. Como pessoa, um cara excepcional, elogiado por todos os círculos, sociedade, imprensa, times de futebol, enfim… Como pode uma pessoa dessas ter sua vida abreviada por um acidente idiota! Inacreditável…

O blog estava desativado por conta da quantidade de tarefas acadêmicas que estou enfrentando, mas por nosso eterno capitão eu me senti na obrigação de escrever algo em sua homenagem. Escrevo este pequeno post, com lágrimas nos olhos, tentando conter o choro, pois as lembranças de Fernandão retornam a cabeça como flashs, os jogos, os gols, os levantamentos de taça, tudo.

Em 2006, tive a oportunidade (a convite do Gonçalves do Blog Arena Vermelha) de visitar o Beira-Rio e participar de uma entrevista com o capitão colorado no dia da divulgação da lista para o Mundial de Clubes FIFA 2006 (leia o post: Um dia para ser lembrado sempre), aproveitei essa oportunidade e levei meu filho (foto do post) para conhecer os jogadores que nos trariam o maior título da história. Inesquecível…

Muito triste, vão-se os ídolos, ficam as lembranças boas.

Clique no link abaixo para acessar o Celeiro de Ases dedicado ao eterno capitão, vale a pena assistir aos vídeos que disponibilizei na página, emocionante…

Celeiro de Ases #10 – Terror, Fernandão é matador!

Alguns posts do blog que falam sobre Fernandão:
Chance ZERO! Não adianta ele é “O CARA” mesmo
Fernandão eterno!!!
Capitão ferido…
É O CARA!!!
Máquina de gols
Obrigado, cara!
A moto dos meus sonhos

17 dez/12

Campeão do Mundo, 6 anos!

Internacional 1 x 0 Barcelona (Mundial de Clubes 2006 - Final - Campeão)Foto: Robert Gilhooly/EFE/BD

Todos lembramos daquele domingo quente, 17 de dezembro de 2006, como poderemos esquecer. Foi o ápice da história colorada, de lá pra cá, o clube cresceu e nos encheu de glórias a cada ano, claro alguns anos nem tão bons quanto outros, mas sempre guardamos uma que outra taça anualmente desde então.

Lembro de ter assistido o jogo em casa, junto com a família, meu filho com 4 anos de idade e já campeão, que orgulho, que sortudo ele foi e sempre será! Cresceu vendo um time campeão! Sempre campeão. Quem aqui não colocou a mão na cabeça e gritou: “NÃO ABEL, O GABIRU NÃO!” O destino queria que fosse assim, ele Adriano Gabiru, marcava o gol do título máximo, entrando de vez para a história do Inter, logo ele, o contestado, tinha que ser assim.

Fim do jogo e muitas lágrimas depois, o destino era a Goeth, um mar vermelho nos esperava, com 30 anos de idade nunca tinha visto nada parecido, até então lembrava nitidamente apenas da conquista de Copa do Brasil. Sonho em poder ver o Inter levantar essa taça novamente…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...